O poeta cego

Sobre Homero:

Homero nasceu, viveu e morreu na Grécia do período clássico (século VIII a.C.). Sua importância para o entendimento da Grécia pelas gerações seguintes é a grande questão de sua obra, a poesia épica da Ilíada e da Odisseia.

Para os antigos gregos, essas histórias, da Guerra de Troia até o retorno de Odisseu (ou Ulisses, na versão latina) para tentar restabelecer-se como rei de Ítaca, não eram historinhas contatas para as crianças, mas sim, História, com “H” maiúsculo.

A Ilíada era como a bíblia para os antigos gregos (apesar de a Teogonia, de Hesíodo, ser o equivalente ao “livro do Gênesis”, da bíblia, é mais recente que as obras homéricas), ela conta como era (ou deveria ser) a vida, o modo de viver e o relacionamento com os deuses, dos antigos gregos.

Já a Odisseia, é o relato de um drama humano que, sem dúvida alguma, é o precursor das grandes histórias da Literatura, tendo praticamente todos os principais elementos dignos dos romances modernos: fantasia, romance, drama familiar, aventura, descrições geográficas e geológicas. Enfim, uma grande obra.

Homero pode não ter sido cego como diz a lenda, ou pode nem ter escrito essas obras ou apenas ter repassado as histórias orais de sua civilização, mas, ainda assim, é o grande portal para toda a Literatura do mundo ocidental.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s